sexta-feira, 1 de outubro de 2010

MEMÓRIA INTERATIVA

 A VIDA NOS RESERVA BELOS MOMENTOS...

 ONDE HOJE É A ESCOLA DO QUERIDO NETO CAUÊ, NA ÉPOCA DA MINHA INFÂNCIA (ANOS 60/70), ERA A FÁBRICA DE DOCES DELÍCIA, A 100 METROS DA CASA QUE EU MORAVA, NA VILA NOVA.

IMAGINEM CRIANÇAS MORANDO AO LADO DE UMA FÁBRICA DE DOCES...
É MAIS QUE SONHO E MAGIA!

 NO LIVRO TEMPO DE INFÂNCIA DEDICO UMA CRÔNICA À FÁBRICA DE
DOCES DELÍCIA. CONFIRAM:


Fotos: walter ney

3 comentários:

Mica disse...

Muito bom ler esta crônica com tanta familiaridade. Cresci na Vila Nova e por sinal, meu avô vendia pipoca doce para a Fábrica Delícia! Ele também teve uma fábrica de doces (infäncia açúcarada)!
Para fechar com gostinho de saudade, me recordo que a saída das aulas no Nilo Peçanha ficava ainda mais gostosa com o barulhinho de pipoca do Seo Zé e a refrescância dos geladinhos da Dona Nina!

Adelaíde Ferreira de disse...

Belo e terno! Gostoso demais ter lembranças doces de infância, mais ainda poder escrever e compartilhá-las! Que coisa gostosa de teres em um outro contato com essas memórias,agora repaginadas pelas vivências de teu neto!

GaBi disse...

Que dócil percepção!
Só acontece quando temos um pedacinho de criança dentro de nós...
Muito grata pela aportação...